fevereiro 2019

9
fev

Cartas para Brumadinho

Olá caminhantes, Duas semanas atrás, existia um rio que ainda respirava na cidade de Brumadinho. Existiam famílias ao redor desse rio. Famílias completas. Existiam crianças jogando pedrinhas na água, peixes fluindo no ritmo da vida, uma tribo em suas margens e trabalhadores seguindo seus cursos diários. E havia também uma barragem que, por descaso histórico e/ou corrupção endêmica, não suportou

Read more